As 10 melhores do Green Day

Resultado de imagem para green day]

Há exatos seis anos o Green Day esteve em terras tupiniquins, mais precisamente na HSBC Arena no Rio de Janeiro, fazendo um dos melhores shows que já fui na minha vida.

Recentemente, eles lançaram mais um álbum, o Revolution Radio, e com isso, os coraçãozinhos dos fãs o meu já ficam todos esperançosos com a promessa de uma turnê por aqui.

Enquanto isso não acontece, resolvi separar as minhas 10 músicas preferidas deles, tentando fugir dos singles, para que quem não conhece muita coisa deles, possa se interessar por ouvir mais coisas. Então vamos lá!

Give me novocaine 

Confesso que comecei a ouvir a banda com o American Idiot, mas eu fiquei tão viciada nesse álbum (e principalmente nessa música) que a partir daí comprei todos os CDs deles e me tornei uma grande fã.

Amo a batida, a letra… Linda ♥

 

Christie Road

No primeiro álbum, 1039/Smoothed Out Slappy Hour, temos várias músicas curtinhas e agitadas e odes à maconha, que começam a mostrar o seu potencial no punk. Mas é no segundo, Kerplunk, que o Green Day começa a emplacar grandes hits como Welcome to Paradise, Words I might have ate e a minha queridinha, Christie Road.

 

Scattered

Nimrod é um dos meus CDs preferidos e não é só por Good Riddance (Time of Your Life) que se tornou música de formatura na época assim como Viva la vida é hoje, mas sim por músicas como Redundant, Nice guys Finish Last, Worry Rock e Scattered.

 

Amy

Da trilogia lançada em 2012, essa música do “Dos!” foi a que mais me cativou. Uma linda homenagem à Amy Winehouse!

 

Poprocks and coke

Uma das preciosidades do International Superhits! É uma música bem gostosinha de ouvir =)

 

Macy’s Day Parade

Eu amo essa música! Eu não conseguia parar de ouvi-la quando comprei o Warning, que é o melhor álbum deles!

O Billie parecia um dedo nessa época xD

 

Ha Ha You’re Dead

Em Shenanigans, eles reuniram todas as músicas que não entraram nos álbuns anteriores e lançaram esse combo de lado B, como as divertidas Ha Ha You’re Dead e Scumbag.

Para cantar no funeral dazinimiga

 

Kill the DJ

O “Uno!” é o melhor da trilogia de 2012, e além de Oh Love, essa é uma das canções que se destacam.

 

When it’s time

Lado B do American Idiot e uma das baladas mais fofinhas deles!

 

Church on sunday

Para finalizar, tive que colocar mais uma do meu álbum preferido. Dizem que essa música e When it’s time foram escritas em 1999 para a Adrienne, esposa do Billie, quando eles estavam em crise no casamento quase se separando.

Com essas músicas, como resistir né?

Claro que ficaram várias de fora, porque tem muita coisa boa, mas espero que pelo menos essas tenham agradado!

GREENDAYVEMPROBRASILPELAMORDEDEUSNUNCATEPEDINADA

Anúncios

20 músicas

Vi essa tag no youtube e embora eu não seja nenhuma youtuber ou blogueira famosa achei beeeeeem difícil escolher apenas uma música para cada tópico, mas como gosto de falar de música, vamos lá!

1 – Música Favorita

God only knows – The Beach Boys

Nunca haverá música mais linda que essa. Foi amor a primeira escutada ♥♥♥ E nenhuma supera. Perfeita!

2 – Música que mais odeia

Shimbalaiê – Maria Gadú

Muito difícil escolher apenas uma música, já que eu odeio MUITA coisa. MUITA MESMO. Mas coloquei essa porque foi a primeira que me veio à cabeça e me irrita profundamente.

Shimbalaiê é o Ca!@#%@#@

3 – Música que te deixa triste

Come back – Pearl Jam

Eu escutei essa música pela primeira vez no meu primeiro show do Pearl Jam na Apoteose, em 2011. Naquela época, eu conhecia poucas músicas deles e fiquei ainda mais fã desde então.

Não sei nem explicar o que senti ao ouvi-la pela primeira vez, nunca tinha sentido vontade de chorar com nenhuma música, mas essa daí…

4 – Música que te lembra alguém

I’ve got you – McFly

Difícil essa, então escolhi uma música que me faz lembrar das minhas BFFs porque num período da minha adolescência (depois de ter visto Sorte no Amor) eu só falava de McFly e as obrigava a escutar e a amar também…

5 – Música que te deixa feliz

Lips are moving – Meghan Trainor

As músicas do primeiro CD dela são irreverentes, felizes… Uma das cantoras pop da atualidade que mais gosto!

6 – Música que te lembra um momento específico

Meu erro – Os Paralamas do Sucesso

Não sei explicar, mas lembra a minha infância e como eu a adoro, queria incluir nessa lista de qualquer maneira xD~

7 – Música que você sabe a letra inteira

Jesus of Suburbia – Green Day

Um monte! Qualquer uma de Sandy & Jr, axé e pagode dos anos 90 Que pessoa não sabe mais de uma música inteira? Enfim, escolhi Jesus of Suburbia porque tem mais de 9 minutos tipo Faroeste Caboclo norte-americano versão junkie e eu gabaritei esse teste do buzzfeed hahahahaha

8 – Música que te faz dançar

Ragatanga – Rouge

Se é p/ ser sincera, fiquei entre Macarena e Ragatanga, mas pode ser qualquer uma do É o Tchan também…

9 – Música que te ajuda a dormir

Rainy days and mondays – Carpenters

A resposta óbvia seria Coldplay, mas como acho chato demais p/ escutar, fico com Carpenters que me acalma e eu ouvia antes de dormir ^^

10 – Música que você gosta em segredo

Black Magic – Little Mix

Em segredo só porque acho que tô velha demais p/ gostar disso, mas é viciante!

11 – Música com a qual você se identifica

She – Green Day

♫ She’s figured out all her doubts were someone else’s point of view. Waking up this time to smash the silence with the brick of self-control ♫

12 – Música que você cantava e agora odeia

I’m not a girl, not yet a woman – Britney Spears

Eu adoraaava essa música, mas hoje em dia não aguento mais ouvi-la até o fim.

13 – Música do seu disco preferido

Golden Slumbers / Carry that weight – The End – The Beatles

Os Beatles não poderiam ter terminado com um álbum menos que perfeito. Abbey Road é sensacional!

14 – Música que sabe tocar em algum instrumento

Não sei tocar nada! Só Ode Alegria na flauta e muito mal HAHAHAAHAHAH

15 – Música que gostaria de cantar em público

Pintura íntima – Kid Abelha

Era uma vez um pub com karaokê de música ao vivo e eu e uma amiga escolhemos esse clássico da música brasileira para nossa performance…

16 – Música que gosta de ouvir dirigindo

Thousand Miles – Vanessa Carlton

Não gosto de dirigir, mas falou em carro e ouvir música, não tem como não pensar nesse clássico…

17 – Música da sua infância

Robocop gay – Mamonas Assassinas

Quem não ouviu Mamonas na infância com certeza se tornou um adulto sem senso de humor e com a mente fechada e que fala bolsomito

18 – Música que ninguém imagina que você goste

Je Veux – Zaz

Essa música é muito gostosinha!

19 – Música que você quer que toque no seu velório

Highway to hell In my time of dying – Led Zeppelin

Faz sentido!

♫ In my time of dyin’, want nobody to moan. All I want for you to do is take my body home ♫

20 – Música que você quer que toque no seu casamento

Pretty woman – Roy Orbison

Eu? Casando? HAHAHAHAHAHHA Mas num universo paralelo, se isso acontecesse, seria p/ causar, então teria que ser uma música de filme, que vindo de mim, todo mundo saberia que é zoeira :p

 

Músicas que (me) empolgam

Tava fuçando as playlists do iTunes, até que resolvi observar quais as músicas mais tocadas e encontrei mais do Raça Negra do que deveria e percebi que algumas eram aquelas faixas dos álbuns que a maioria pula, muita gente não conhece olha a diferentona cult bacaninha! ou até conhece, mas não liga.

Seja como for, selecionei aquelas que sempre que tocam eu aumento o som, me emociono / me empolgo e…

…canto junto. Apenas.

Did I let you know – Red Hot Chili Peppers

Essa música tem uma brasilidade, no início parece um baião, não sei, só sei que não ficar sem escutá-la por um dia e…

I can’t stay – The Killers

Tudo nessa música me agrada: a melodia, a letra, a voz do Brandon Flowers…

Last Kiss – Pearl Jam

Sei que essa música não é do Pearl Jam, mas ficou conhecida na voz do Eddie Vedder. Embora ela seja tristíssima, eu SEMPRE vibro quando ela toca. É uma das minhas preferidas de todos os tempos!

Barracuda – Heart

A Ann Wilson, para mim, é uma das melhores vocalistas do mundo. O que ela faz nessa música é insano, inimitável. Ela é tão foda que emocionou os integrantes do Led Zeppelin ao cantar Stairway to Heaven no Prêmio Kennedy. (Veja aqui)

Nem ouso cantar essa música, só…

Yoü and I – Lady Gaga

Lady Gaga no auge, com clipe esquisito como a gente gosta, esse vozeirão, essa música pop grudenta com um toque de Queen e country. Como não amar?

Cruel to be kind – Letters to Cleo

Trilha sonora do MELHOR FILME DOS ANOS 1990. Precisa de mais?

My heart is broken – Evanescence 

Se tem música que eu adoro cantar no chuveiro e no karaoke escutar são as fossas do Evanescence. Além disso, o “piano rock” e a voz linda da Amy Lee são viciantes. Sou  gótica fã desde Going Under xD

Deus me livre – Raça Negra

Eu tô sendo sincera até demais nesse post. Mas a linguinha presa do Luiz Carlosss essa música me cativou ainda na infância e desde então, não saiu mais da cabeçççça!

♫ TE AMO MAS VIVO A FUGIR DESSE AMOR, NÃO DÁ P/ FICAR CARA A CARA, EU QUERO ESQUECER MAS SE VEJO VOCÊ, CORAÇÃO DISPARAAA ♫

Lá vem o alemão – Mamonas Assassinas

Eu falo que é Beatles, mas a verdade é que a minha banda favorita de todos os tempos sempre será Mamonas Assassinas. Esses caras me fizeram ficar grudada na TV durante todos os domingos, assistir ao Gugu e ao Faustão só p/ vê-los e rir com as palhaçadas do Dinho.

Sempre ria muito com ele imitando o Negritude Jr. Saudades eternas ♥

Só fui entender as letras semana passada, mas sempre escuto o CD. Sempre.

Shape of my heart – Backstreet Boys

Na transição infância p/ aborrecência, quem estava estourando eram os BSB, então obviamente virei fã porque COMO NÃO AMAR ESSES CARAS FOFOS QUE CANTAM AS MELHORES MÚSICAS DE TODOS OS TEMPOS? assim pensava a Mari de 10 anos.

E de fato, Everybody, As long as you love me, I want it that way marcaram uma geração, assim como Shape of My heart que inaugurou a era

♫ LOOKING BACK ALL THE THINGS I’VE DONE I WAS TRYING TO BE SOMEONE I PLAYED MY PART AND KEPT YOU IN THE DARK NOW LET ME SHOW YOU THE SHAPE OF MY HEART ♫

Maroon 5 no Rio de Janeiro

maroon 5

No último sábado rolou o show do Maroon 5 na Apoteose e eu fui porque é sempre legalzinho ir a um show, né não?

Às 20h teve o show de abertura do Dashboard Confessional que foi ok (não conhecia nenhuma música, mas não me irritou, então tá bom) e às 21h30 em ponto o Adam  seu cabelo de Miley Cyrus e o resto da banda que ninguém sabe o nome subiu ao palco.

O setlist foi o mesmo que nos outros estados, com todos os singles e as musiquinhas mais agitadas, bem previsível até então, só que no Rio de Janeiro, Adam resolveu fazer uma surpresa:  cantou “Garota de Ipanema”. Até aí, ok, legal, bacana!

SÓ QUE O FDP TIROU LOST STARS P/ ISSO!

COMASSIM, AMIGO? A ÚNICA música que eu fazia questão de ouvir, até porque o resto já tocou demais e já tinha ouvido no outro show…

Quer puxar o saco e se exibir cantando “português”, beleza, cante uma música a mais, MAS NÃO TIRA A MELHOR MÚSICA P/ CANTAR UMA BRASILEIRA que é chata p/ c!@$%¨@#$. Se eu quisesse ouvir Garota de Ipanema, ia p/ um barzinho com música ao vivo, poha!

Ele ainda só cantou uns 40s em português, de resto foi em inglês mesmo!

Cantar Garota de Ipanema é fácil, quero ver cantar Vira-vira dos Mamonas que eu demorei anos p/ entender o que ele falava de tão rápido que era! Na parte do “Manoel, veja cá como eu estou, tu nem imaginas como eu estou sofrendo” nem ia precisar mudar a voz. #falomesmo

Depois disso ele tirou a camisa, afinal essa parte está incluída no preço do ingresso, as mulheres surtaram, até as tias na menopausa voltaram a ovular nessa hora e encerrou com She wiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiill be looooooooooooved, Moves like Jagger e a chatinha Sugaaaar, yes pleease.

Quem foi pela primeira vez provavelmente amou porque ouviu todas as músicas que queria. Quem foi de segunda, se divertiu, cantou, e beleza. Não é o melhor show da vida, nem o pior como um Bon Jovi no Rock in Rio, mas tá tranquilo (se você completou com “tá favorável”, SAIA IMEDIATAMENTE DAQUI!).

Fico no aguardo de outros shows…

GREENDAYVOLTAAOBRAZILPORFAVORNUNCATEPEDINADA!

 

Os (10) melhores shows que já fui (até agora)

Se tem uma coisa que eu gosto na vida além de comer doce e ver Netflix viajar é ir a shows. Lembro do primeiro que eu fui aos 7 anos, que foi a turnê “Eu acho que pirei” de Sandy & Jr no Metropolitan que depois virou ATL Hall, Claro Hall, Citibank Hall e agora é Metropolitan de novo. Lá eu ainda veria mais dois shows da dupla, incluindo o de despedida…

Mas melhor mudar de assunto antes que eu me deprima de novo VOLTA SANDY & JR e falar de shows mais recentes, porque música é vida e não tem nada melhor do que escutar sua música ao vivo, né não?

Então, tendo ido a muuuuuuuitos shows nessa vidinha, resolvi selecionar os 10 melhores, que realmente fizeram valer cada centavo desses ingressos caros p/c!$#@#$¨ porque só vou de camarote ou pista premium, tá meu bem?

A ordem é aleatória, mas comecemos pelo inigualável, incomparável Paul McCartney!

Obs: todas as fotos abaixo foram tiradas por mim. Sou fotógrafa? Não, o zoom da minha máquina que é bom.

paul

Com mais de 70 anos, Paul dá um banho de energia em muito novinho! Fazendo um show de quase três horas sem parar e sem playback, qualquer beatlemaníaco pira num show dele. Além das músicas do FabFour, claro, não ficam de fora músicas de seus trabalhos solos e do Wings.

Músicas garantidas em qualquer show dele: Hey Jude (porque é a alegria dos tiozinhos poder cantar o nanananananana por cinco minutos sem errar a letra); Let it be (com a galera acendendo as lanternas dos celulares para iluminar o estádio, sempre de arrepiar); Maybe I’m amazed; Live and let die, Band on the run, Something (ao homenagear George) e Here Today (ao homenagear John).

Do resto do repertório, você pode esperar qualquer música de qualquer álbum dos Beatles, já que Paul adora inovar e surpreender com aquelas nem tão famosas, mas que quem é fã surta do mesmo jeito.

Pearl Jam

pj

Ahhhhh o que falar desse show incrível de três horas no Maraca no último domingo (22)? Só que pela PRIMEIRA VEZ eu consegui ouvir todas as minhas músicas preferidas num mesmo show. Até Last Kiss ele cantou ❤ ❤ ❤

E como Eddie é simpático! Bem-humorado tentando falar português, que segundo ele “está um pouco melhor, mas continua uma bosta”, mas mesmo assim tá melhor do que de muito brasileiro realizando o sonho de um fã brasileiro que queria cantar com ele, doando o cachê do show de BH p/ Mariana… Como não amar?

Músicas garantidas em qualquer show do Pearl Jam: não dá para garantir nenhuma na verdade, já que a banda é conhecida por fazer o setlist em cima da hora e tocar o que bem entender, porém, na grande maioria das vezes estão presentes: Even flow, Given to fly, Jeremy e Black. Better Man e Yellow Ledbetter também há boas chances de entrarem p/ repertório, assim como algum cover de Pink Floyd. De resto, é sempre uma surpresa!

Madonna

madonna

Tô pagando até hoje o ingresso desse show…

Se você é fã de um grande espetáculo, não pode deixar de ir a um show dela. Com trocas de figurino, coreografias empolgantes e cenários magníficos que mudam o tempo todo, um show de tia Madonna mostra muito bem que não é a toa que ela é a rainha do pop.

Madonna costuma seguir à risca o repertório de suas turnês, que sempre contam uma história, então estão sempre repletos de músicas de seu último trabalho, além de sucessos antigos que às vezes ganham uma cara nova. Ainda não superei Like a virgin no piano. De todas as músicas, tinha que cagar justo essa???

Keane e Maroon 5

keane e maroon 5

Botei as duas bandas juntas porque foi o fato do Keane ter aberto p/ Maroon 5 em 2012 que fez eu gostar tanto desse dia. Primeiro, um show repleto de baladas e depois, um outro com músicas mais dançantes.

Tom Chaplin é tão afinado ao vivo quanto nas gravações dos álbuns do Keane. E por ter feito um show de 1h, só tiveram sucessos como Somewhere only we know, Crystal Ball, Everybody’s changing, Bedshaped, Bend and Break, Nothing in my way, e por aí vai.

Já o show do Maroon 5 foi mais farofa, mas foi um contraponto perfeito p/ noite. Depois de se encantar cortar os pulsos e chorar com o Keane, a voz aguda e o rebolado de Adam fez as mulheres pirarem. Sério, não paravam de gritar! E olha que ele nem é isso tudo… e não tem como não curtir as musiquinhas, né? São manjadas,  blábláblá, mas são muito boas! Tanto que em março tô lá de novo xD

Músicas garantidas em qualquer show do Maroon 5: This Love, She will be loved, Moves like Jagger, Sunday Morning e Payphone. Sugar e Animals também devem integrar todo setlist daqui p/ frente.

Green Day

green day

Green Day é a minha banda preferida. É a única que ocupa o mesmo patamar que Beatles no meu rol das favoritas. Uma das poucas que pode tocar até o lado B do álbum menos conhecido que eu vou cantar junto. Então, quando eles finalmente vieram ao Brasil em 2010, depois de anos esperando, para mim não foi nada menos que perfeito.

Não liguei p/ excesso de maconha, p/s rodinha de briga do meu lado, nada me incomodou. O show deles é eletrizante. Billie deve ter chamado uns 20 p/ subir no palco. Um menino deu o primeiro mosh de sua vida, outro ganhou uma guitarra ao mostrar que sabia tocar uma das músicas deles, Welcome to Paradise se não me engano; outros subiram só pela zoeira (por que nunca tô numa dessas? :/), teve arminha p/ jogar camiseta na plateia, papel higiênico, Tré Cool de mulher… Teve de tudo! De fato, é um show para ficar na memória de qualquer um mas a ironia é que 90% que foi não deve lembrar!

Músicas garantidas em qualquer show do Green Day: Basket Case, She, When I come around, Hitchin’ a ride, Time of your life, Welcome to Paradise, Longview, American Idiot.

Aerosmith

aerosmith

Steven Tyler não anda, ele desfila. Ele pega todas aquelas roupas que você jamais compraria num brechó e fica estiloso. Ele é a dyva do rock e um hitmaker.

Não tem como não gostar das musiquinhas do Aerosmith. Tanto as baladas como as mais agitadas são ótimas e, sabendo disso, o setlist é bem equilibrado entre momentos “acender o celular” e pular.

O melhor desse show é que a abertura foi com o Whitesnake, que também só tocou os sucessos mesmo debaixo de um temporal. Dois tiozões dando um baile de vitaldiade na gente #chupasociedade

Músicas garantidas em qualquer show do Aerosmith: Walk this way, I don’t wanna miss a thing, Jaded, Sweet Emotion, Dream on, Love in an elevator, Livin’ on the edge, Rag Doll.

Roger Waters

the wall

Embora eu goste do Pink Floyd, a banda nunca foi uma das minhas preferidas, mas mesmo assim fui com meu pai ver a turnê de The Wall quando ela veio ao Brasil em 2012, e não teve como não ficar impactada.

O show já começa com um avião saindo do outro lado do Engenhão e se chocando no muro num momento marcado por fogos de artifício. Parte dele é “quebrado” e vai sendo reconstruído ao longo do show, mas é enorme, ocupando a extensão toda de um lado a outro do estádio. Ali são projetados todos os tipos de imagens que ajudam a contar a história do álbum, com imagens de guerras, pobreza, pessoas de diversas etnias, mensagens críticas…

Além de admirar, apreciar, cantar junto, é um show que te faz refletir, e por isso, todo o meu respeito para Waters. Genial!

Backstreet Boys

bsb

Nada de Westlife, Five, N’Sync, boyband boa mesmo foi o Backsteet Boys, o que veio depois foi cópia fajuta. 

Há 20 anos (já tem tudo isso mesmo?), eram eles que arrancavam suspiros de meninas e mulheres e emplacavam um hit atrás do outro. Mais ou menos como o One Direction hoje.

O tempo passou, eles envelheceram e a gente também, mas não perderam o rebolado e o sex appeal! Um show deles é pura nostalgia, não importando se você tem 20, 30 ou 40 anos, com Nick, Howie, AJ, Kevin e Brian no palco, todo mundo volta a ser uma menina histérica de 15.

Já fui três vezes e irei quantas vezes voltarem. Inclusive, aguardo ANSIOSAMENTE que a turnê com as Spice Girls saia do papel. Será um sonho adolescente se tornando realidade *_____________________________*

Músicas garantidas em qualquer show do BSB: todos os sucessos (All I have to give, As longe as you love me, I want it that way, Larger than life, Show me the meaning of being lonely, Quit playing games with my heart, Everybody, The One, Shape of my heart, I’ll never break your heart)

Evanescence 

amy lee

Ahhh minha adolescência gótica! Não pintava os olhos parecendo que tinha levado dois socos, all star sempre me deu bolha, mas usava o cordão de bolinhas e ouvia Evanescence! 

Amy Lee canta para caramba ao vivo e na minha humilde opinião, tem uma das vozes mais bonitas que já ouvi, isso sem falar nas músicas que são deprimentemente ótimas. Gostei de Evanescence “à primeira ouvida” e AMEI o show!

Músicas garantidas em qualquer show do Evanescence: My immortal, Going Under, Bring me to life, Call me when you’re sober, Lithium, What you want.

Foo Fighters 

foo fighters

O primeiro show no Maraca a gente não esquece. Ainda mais quando ainda conta com dois shows de abertura e um deles é uma banda que você sempre curtiu e nunca pensou que fosse ver ao vivo, como foi o caso do Kaiser Chiefs.

Mas estamos aqui para falar da banda do homem sorriso “que era do Nirvana”. Num show do Foo Fighters, ninguém fica parado. Quem não está pulando, ou está participando daquelas malditas rodinhas e atrapalhando todos ao redor #morram ou está enchendo a cara e fumando ou tudo junto. O que é inegável é que um show de uma banda como essa é sempre um marco, daqueles que você vai se lembrar até quando estiver mais velho, fazendo inveja nos novinhos (assim como quem viu o Queen com o Freddie faz com a gente).

Bandas como o Foo Fighters provam que aquela história de que o rock morreu é o c@#$%¨&!

Músicas garantidas em qualquer show do Foo Fighters: Best of you, Everlong, Times like these, The Pretender, Learn to fly, All my life, Walk.

E p/ você, qual foi o melhor show que você já viu?

Top 10: As melhores versões de Sandy e Jr

Oláááá,

conforme mencionei no outro post, hoje falarei da dupla mais amada do Brasil cujo término ainda não superei: Sandy e Jr!

Com suas letras fofas, ótimas para cantar no karaokê, é difícil um sucesso lá de fora que não tenha ganhado uma versão na voz da dupla. Então vamos relembrar alguns desses hits que eu sei que você escuta até hoje!

1º Como eu te amo (I will always love you)

O famoso “And IIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIII will always love yooooooooou” que consagrou Whitney Houston (mas que na verdade é de Dolly Parton) em português virou o “Sei lááááááááááááááaáááá ááááááá se talveeeeeez me ouviu ooooh sei láááááá” do CD Sonho Azul. Aliás, esse CD é ótimo, pois também conta com um incrível medley de versões dos Bee Gees!

2º Mais que uma sombra / Troque a pilha / Esteja no ar (More than a woman / Night Fever / Stayin’ alive)

Como falei ali em cima, os sucessos de “Os Embalos de Sábados à Noite” ganharam uma versão abrasileirada, que fala até em trocar a pilha… Mas vai dizer que não curtiu esse pot-pourri dançante 3 em 1 dos Bee Gees? Melhor do que aquela voz de quem matou um gatinho, né não? Dá-lhe Sandy!

Viu o quanto é bom esquentar, pegar no breu…”

3º Não ter (Non c’è)

“O telefone chama sem paraaar existe um fio de esperança em miiim, ah se eu eu pudesse enfim saber quanto de mim ainda resta em você êê…”

Ai gente, Sandy de macacão sofrendo por amor na época que ainda nem tinha dado o primeiro beijo, correndo atrás de um poodle, deitada triste no quarto rosa de menina rica… Sem mais o que dizer, só sentir!

4º Inesquecível (Incancellabile)

Mais uma de Laura Pausini que ficou muito melhor com Sandyleia.

Não há nada melhor do que os clipes dessa época! Sandy escrevendo a música no caderninho, aquelas flores de power point que a tia manda por e-mail, o Jr surgindo de lado fingindo que canta, Sandy com a mãozinha no peito e inflando as narinas p/ cantar, muito bom!

5º Imortal (Immortality)

Celine Dion foi outra musa inspiradora da dupla. Além das versões de My heart will go on (Em cada sonho), All by myself (Olha o que o amor me faz), a dupla imortalizou (ba tum tssss) outro hit da canadense, com direito a um clipe com Sidney Sampaio com cachinhos deixando a Sandy forever alone.

“O que é imortaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaal não morre no final”

6º No fundo do meu coração (Truly, Madly, Deeply)

Nem o Savage Garden escapou da mira da dupla que emplacou mais um sucesso açucarado com outro clipe fabuloso!

Sandy, p/ que esse headphone gigante? E esse casaco de pele? Cadê o Green Peace?! E Olha o Jr na bateria, no violão, mostrando desde cedo que é melhor caladinho tocando do que tentando fazer segunda voz, né não?

7º Com você (I’ll be there)

“Desde quando te encontrei, já não pude te esquecee eeer foi bom sonhaaa aahaa com vocêêê…”

Owwwn gente,! Olha esse look (Não é só sua mãe que te zoava com roupa escrota, viu?), o mullet e os falsetes do Jr (Aprende, MC Melody!), a coreografia!

8º A estrela que mais brilhar (Wishing on the same star)

Essa música fez sucesso na voz da japonesa Namie Amuro e na das americanas Keedy e Myra. De quem é, eu não sei, só sei que na da Sandy ficou melhor!

“É com você que eu vou sempre estar dentro do meu coração, nada vai nos separar, baby, não há distância pro amooor…”

9º Como um flash (What a Feelin’)

Quem não lembra de Flashdance, aquele filme cuja única cena boa é justamente quando a mocinha dança a música de Irene Cara? Em terra tupiniquim, What a feelin’ virou Como um flash, que juro que não entendo até hoje como não virou um bordão na época….

Esse vídeo de abertura da turnê “Eu acho que pirei”, que foi o primeiro show que vi na vida! ~Ninguém perguntou ~

10º Dias e Noites (We’ve got tonight)

Essa versão da música de Kenny Rodgers arrancou lágrimas dos fãs quando eles a cantaram em sua turnê de despedida…

Acho que caiu algo no meu olho =’)

VOLTA, SANDY E JR! T_________________T

Top 10: As piores versões brasileiras de músicas estrangeiras

Alegrai-vos, caros leitores!

Estou de volta, mais revoltadinha do que nunca e de cara nova!

 

 

 

 

 

 

Tentarei voltar a ser mais assídua aqui, é que ter um site de notícias consome meu tempo, energia e paciência para escrever as abobrinhas costumeiras que vocês tanto gostam.

Mas chega de blablablá que ninguém quer saber e vamos  ao tema desse retorno triunfante:  as versões brasileiras de hits estrangeiros!

Conforme a gente vai crescendo, a gente começa a escutar outras coisas e de repente vem aquela sensação “hey, eu já ouvi isso antes”. E não, não tô falando de plágio, e sim das famosas versões brasileiras de clássicos de cantores lá de fora.

Como nada se cria, tudo se copia, vamos às versões que se tornaram grandes sucessos em terras tupiniquins…

1º O Astronauta de Mármore – Nenhum de Nós

Comecemos por Star Man de David Bowie que ganhou uma nova letra de Nenhum de Nós, além de um clipe sensacional, com direito ao fantasma de Ghost tocando violino ainda…

“Sempre estar lááááááááá e ver ele voltar / Não era mais o mesmo, mas estava em seu lugar…”

2º Mais uma vez – Pepê e Neném

E quem não se emocionou com a versão de Pepê e Neném para Back for Good, do Take That?

“Às vezes eu sei que recomeçar não é difícil é preciso se querer. Vem tentar (vem tentar) só mais uma vez…”

3º Feche os olhos (e tampe os ouvidos) – Renato e Seus Blues Caps

Na sessão recordar é viver,  quem não lembra da banda Renato e Seus Blues Caps com aquela bela versão de All my loving dos Beatles?

“Feche os olhos e sinta um beijinho agora de alguém que não vive sem você…”

4º Hey Jude – Zezé Di Camargo & Luciano

Aliás, se tem uma banda que é alvo de versões é o Fab Four. Até Zezé Di Camargo & Luciano trucidaram, esquartejaram e cuspiram  cantaram essa versão de Hey Jude, de autoria de Kiko Zambianchi… Devia ter parado em Primeiros Erros, amigo!

Agora dá p/ entender porque o Luciano nunca canta, né?

5º Cross Fox – Stefhany

Já Stefhany / Stephanie / Estefani (parem de cagar o nome de suas filhas inventando grafias diferentes p/ esses nomes!), cujo único sucesso foi o clipe com o Cross Fox que ela deve estar pagando até hoje, pegou carona no sucesso de Vanessa Carlton, a Thousand Miles…

“Sou linda, absolutamente sem noção...”

6º Vou de táxi – Angélica

“Pela janela do meu quartuuu, ouço a buzina me chamanduuu quem será que vem me acordar…”

Angélica cantou esse hino no final dos anos 80, imortalizando Joe le Taxi, de Vanessa Paradis a ex do Johnny Depp dos dentes separados por um abismo

7º A dor desse amor – KLB

Já o trio KLB seduziu as garotinhas com a versão de Purest of Pain do Son by Four

“VI-DA, devolva as minhas fantasias, meus sonhos de viver a vida, devolva meu aaaa aaar”

8º Te amo cada vez mais – João Paulo & Daniel

Outra dupla sertaneja que não ficou de fora e cagou regravou um grande sucesso foi João Paulo & Daniel com To love you more, de Celine Dion

“Eu só queeeero o seu amooor no meu coração, meu amor é mais que uma paixãããão….”

9º Até o inferno céu – Max & Luan

E graças à dupla Max & Luan jamais esqueceremos de Another brick on the wall do Pink Floyd…

“Hey, menina me dá um sinal…”

Sério gente, que ca#$%*!@#$ é esse? Perto disso, Sambô é bom. Mentira, nem assim…  E ainda tem o inglês com selo Claudia Leitte de aprovação!

10º É por você que canto – Leandro & Leonardo

Ainda falando em dupla sertaneja, encerro com Leandro & Leonardo que presenteou o Brasil com essa versão lindíssima #sqn de Sound of Silence, de Simon & Garfunkel

“Cada beijo que você me dá faz meu corpo todo estremecer / Sem você eu sei que não teria nenhuma razão pra viver…”

 

É tanta poesia que foi difícil selecionar apenas 10, maaaas o próximo post será dedicado à dupla cujo repertório era basicamente versões (só que boas, vai): Sandy & Jr!

Até a próxima!

10 músicas que você cantou e tem vergonha de admitir

Olá,
depois de ver umas postagens sobre ‘como se sentir velho num clipe’ do Não Salvo, acabei relembrando de outros hits que não saíam da minha cabeça há muuuitos anos e gostaria de compartilhá-los para que vocês se peguem cantando esses grandes sucessos do passado, ao invés de ahhh leleklekleklek… 
Se essas músicas fossem cantadas num barzinho com um violão, seriam consideradas grandes músicas da MPB…
Obs: as letras das músicas estão vindo da minha memória, então se eu errar.. Dane-se!
1) Xô Satanás – Asa de Águia
“Eu era um bêêêêbado, que vivia drogaaaado, hoje estou curaaaado, encontrei Jesus, encontrei Jesus. Na casa do Senhor não existe Satanás, Xô Satanás, Xô Satanás…”
Essa bela de história de superação, que deve ter sido plagiada no sermão de muitos pastores, não parava de tocar nas rádios em meados da década de 90.

2) Bomba – Braga Boys

“Sensual, o movimento é sensual. Sensual. O movimento é sexy. O movimento é sexy. Já tá chegando os Braga Boys com essa dança que é uma bomba…”

Um dos precursores do Rebolation, esse hit dos Braga Boys era acompanhado de uma coreografia que todo mundo dançava, assim como Macarena e Ragatanga. Simples e não precisava ser contorcionista para arrasar na pista, como o tal do quadradinho de oito exige hoje em dia..

3) Raimunda – Gang do Samba

“Essa menina tá de brincadeira, vai acabar alguém passando a mão…”

Que mané Kuduro que nada, nos anos 90, o canal era rebolar que nem a Raimunda, ou pelo menos se encalacrar toda tentando…

4) Psiu, psiu – Companhia do Pagode

“Psiu, psiu, coisinha linda do bumbum empinadinho…”

Homens, aprendam o que é uma cantada!

 5) Tic Bom – Bom Balanço

Bate na palma prá saber que cê tá aí! Bate na palma prá saber que cê tá aí!
Bate na palma prá saber que cê tá aí… Cante o Tic Bom, Tic Tic Bom Tic Bom Tic Bom…”

Tic ou chiqui bom?

6) Tic Tic Tac – Carrapicho

“Bate forte o tambor, eu quero é tic tic tic tic ta…”

Quem não lembra desse clipe que passava todo domingo no Gugu com o Carrapicho mostrando as belezas do Amazonas fazendo a coreografia de quem tá recebendo santo?

7) O pinto – Raça Pura
“O pinto, o pinto do meu pai fugiu com a galinha da vizinha. Já procurei de noite, já procurei de noite e dia…”
O Raça Pura também tinha um outro grande sucesso que era “A Juliana não quer sambar, samba juliana, samba Juliana, samba Juliana, sambaaa”

                                   http://youtube.googleapis.com/v/qJ_4skRE7Ug&source=uds

8) Vem neném – Harmonia do Samba
“Vem neném neném, vem neném neném, veeem”
Tipo o Ahh lekleklekleklek da época.. Chamar de neném, consegue ser mais broxante que chamar de princesa em voz tatibitate, né não?
CLIQUEM NESSE VÍDEO PARA VER ESSA MÚSICA COM BACKING VOCALS!

                                http://youtube.googleapis.com/v/z38q4OnQ3ns&source=uds

9) Carrinho de Mão – Terra Samba

“Com jeitinho eu seguro a sua mãozinha. Depois aliso com carinho a sua cinturinha. Empine o corpinho p/ frente e os braços p/ trás. A onda do Carrinho de Mão é assim que se faz: a mocinha vai na frente, o mocinho vai atrás, empurrando a mocinha p/ frente, p/ trás. Que dança é essa, meu rapaz…”
É putaria! É o equivalente ao Põe Põe do É O Tchan… Oo
10) Segure o Tchan – É O Tchan
“Segure o tchan, amarre o tchan, segure o tchan tchan tchan tchan tchan…”
É muito difícil escolher apenas uma música desse grupo de tantos sucessos, por isso resolvi encerrar com chave de ouro, com o hit que consagrou o grupo.

Histórias absurdas do mundo do rock

Olá!

Como passaram a virada de ano? Vendo o show da virada e ficando off no fb p/ fingir que estavam badalando ou caindo de bêbados que nem lembram? Seja como for, here I am para trazer ainda mais cultura inútil e textos pretensiosos nesse 2013 que se inicia.

Fiquem ligados no Paranoia Magazine Digital porque algo me diz que com o início de Mulheres Ricas e BBB a revoltadinha vai dar o ar da graça por lá…

Em mais uma das minhas empreitadas pelas livrarias cariocas, achei o livro “Loucuras do Rock” do Paulão Carvalho que é bem maneiro p/ quem curte essas curiosidades bizarras do mundo do rock como eu curto (e muito!). Aí, como estava completamente sem ideia do quê postar resolvi compartilhar algumas bizarrices com vocês…

-Essa todo mundo já conhece, mas como estamos falando de loucuras do rock, como não mencionar o episódio em que Ozzy mordeu um morcego de verdade achando que era de brinquedo? Depois disso, logicamente ele teve que tomar injeções contra raiva. Mas vindo de um cara que já arrancou cabeça de pombo com os dentes e cheirou formigas, acaba nem sendo tão chocante assim…

-Num de seus shows, Alice Cooper jogou uma galinha na plateia alegando que esperava que ela voasse e escapasse. Nem preciso falar que ela foi destroçada pela multidão…

-Quando viajavam para Seattle, o Led Zeppelin se hospedava num hotel à beira-mar cujo atrativo era a pesca que podia ser feito das janelas dos quartos. Dizem que John Bonham conseguiu pescar três grandes peixes, mas não sabia o que fazer com eles. Então, ao receberem uma groupie de 17 anos em seu quarto chamada Jackie que dizia que gostava de ser amarrada, eles arrumaram uma corda, a imobilizaram e passaram a introduzir pedaços dos peixes lá (é.. lá mesmo no bacalhau da moça, com o perdão do trocadilho).

Dizem que num outro episódio, duas garotas foram colocadas dentro de uma banheira com 4 filhotes de polvo que segundo elas mesmas, “mostraram-se mais efetivos que vibradores no que diz respeito a penetrações”.

Dúvida: isso se enquadra em zoofilia? Seja como for, é doente do mesmo jeito…

Dando uma pesquisadinha na internet, achei outras também…

-Sid Vicious já injetou heroína com água da privada. (Provavelmente depois de ter comido o que tava nela, porque né?)

-os Beatles ficaram chapados no palácio de Buckingham antes de receberem a medalha da Ordem do Império da rainha.

-Marilyn Manson afirma que já fumou ossos humanos, além de ter arrancado uma costela para se auto-boquetear Oo

-GG Allin, que já foi preso mais de 50 vezes, costumava defecar no palco, comendo a merda ou tacando nos fãs. Além disso, ele também se mutilava e se sodomizava com o microfone no palco.

Vou parar por aqui porque até eu estou ficando enojada. É muita merda para um post só. Desculpe se alguém aí tem estômago frágil xD

Hasta la vista!

Paul McCartney

Na pacata cidade de Petrópolis (região serrana do Rio de Janeiro) está rolando um festival chamado Solstício do Som, onde várias bandas locais se apresentam gratuitamente numa praça. Hoje, o dia foi dedicado ao rock então a galera pode curtir Led Zeppelin, Jimi Hendrix, The Doors, Guns n’ Roses e vários outros nomes consagrados, mas de todas as músicas que ouvi, a que mais impressionou (não só a mim como pude constatar ao entreouvir uma conversa alheia numa pizzaria, depois do evento) foi Tomorrow Never Knows, a faixa mais experimental dos Beatles. Na verdade, não sei por que tô falando isso tudo, já que pelo título vocês já sabem do que se trata o post…

Enfim, tergiversei legal só para mencionar os Beatles, e assim, chegar até o James Paul McCartney que completou 70 anos neste 18 de julho.

Acho que seria clichê demais falar que ele fez parte da maior e melhor banda do mundo. Assim como eu estaria sendo repetitiva ao mencionar o fato dele ser uma grande músico, bem sucedido em todas suas empreitadas; ativista social e militante pelo direito dos animais; além de cantar por quase 3 horas até hoje e não fazer um playback, dando um banho em muito artista bem mais novo que ele; enfim, ele é O cara.

Poderia falar da vida dele, da obra.. Mas isso muitos já fizeram, muito melhor e mais detalhadamente do que eu seria capaz, então eis um top 5 com todas as fases do Sir:

For no one

Essa composição de Paul entrou no álbum Revolver dos Beatles e fala sobre sua experiência de viver com Jane Asher (sua namorada da época) quando tinha acabado de sair de casa. O título provisório era “Why did it die?”, e ele admitiu depois que provavelmente era sobre mais uma discussão com ela.

And in her eyes you see nothing
No sign of love behind her tears
Cried for no one
A love that should have lasted years.

Escute aqui.

Maybe I’m amazed

Foi um dos sucessos de Paul logo após o término dos Beatles, e foi dedicada a sua esposa Linda, que o ajudou a superar o fim da banda.

Maybe I’m a man and maybe you’re the only woman
Who could ever help me
Baby, won’t you help me understand?

Confira aqui.

Getting Closer

É uma das músicas do Wings que eu mais gosto e que eu não sei explicar o porquê. Eu simplesmente amo o ritmo e gosto das rimas.

Hitting the chisel and making a joint,
Glueing my fingers together.
Radio play me a song with a point,
Sailor beware of weather.

Veja!

Say, say, say

McCartney e Michael Jackson, precisa de mais?

Say, Say, Say
What you want
But don’t play games
With my affection
Take take take
What you need
But don’t leave me
With no direction

Veja o clipe aqui.

My Valentine

Com participação especial de Eric Clapton, Paul compôs My Valentine para sua esposa Nancy Shevell e a canção virou música de trabalho de Kisses on the bottom, seu último álbum lançado.

Assista aqui.

(esse clipe é lindo! Tem o Johnny Depp e a Natalie Portman ^ ^)

Embora ele nunca vá ler isso, deixo aqui minhas singelas palavras.

Happy Birthday, Paul!

Que ele ainda viva muuuuuuuuuitos anos e continue lançando músicas excelentes e vindo para o Brasil, claro.